ÚLTIMOS POSTS

1

Resenha do Bronzer Stila Sweet Treat Bronzer

O Sweet Treat Bronzer é um bronzer multicolorido da Stila, lançado na primavera de 2014 nos EUA, em edição limitada. O bronzer fazia parte de uma mini coleção que a marca lança todos os anos nessa mesma época, com itens “baratinhos” – normalmente a gente encontra esses itens o ano todo nas lojas mas o Sweet Treat Bronzer esgotou mesmo – “bombou” como a gente gosta de dizer! E tem todos os motivos para tal: não era uma verão mini mas um produto full size, qualidade incrível, efeito lindo, custando apenas U$ 14 nos EUA.

A embalagem do pó bronzeador Sweet Treat Bronzer é simples, um acrílico preto com tampa transparente. A tampa fecha direitinho mas a embalagem é frágil – o produto beira a base quando novo – o meu caiu no chão e o pó se partiu pelas beiradas (me fazendo chorar de ódio!). Quando o bronzer se partiu na queda não esfarelou ou fez lambança. O pó simplesmente quebrou nas quatro quinas deixando quatro pedaços bem pequenos soltos e inteiros, sem esfarelar – eu pude continuar usando normalmente mas, se eu pudesse mudar uma coisinha no Sweet Treat Bronzer, seria a embalagem – e pagaria mais por isso.

Stila Sweet Treat Bronzer

bronzer em si reproduz uma barra de chocolate, formada por quadradinhos. Em cada quadradinho, quando novo, havia um desenho ou letra que sumiu com menos de um mês de uso pelo gasto natural do produto.

Os quadradinhos do Sweet Treat Bronzer tem quatro tons visivelmente diferentes, saindo do bege nude clarinho e rosado, passando pelo coral, até chegar nos tons marrons – um quente e um frio. Os tons variam em acabamento. O marrom mais quente e escuro tem acabamento mate. Os demais são cintilantes sem brilho aparente – o bege nude claro e rosado é o tom mais cintilante de todos, funcionando inclusive como iluminador. A pigmentação de todas as cores é boa e o equilíbrio entre elas faz do Sweer Treat Bronzer um produto bastante versátil para quase todos os tons de pele, construindo desde um bronzeado saudável e leve, até um rosto mais pesado para noite ou um efeito mais bronzeado para as morenas.

Swatches Sweet Treat Bronzer da Stila

Pelo tamanho dos quadradinhos das diferentes cores, é bem difícil usar somente um tom ou outro se não for com um pincel de sombra – válido para esfumar o marrom na pálpebra quando não há uma sombra à mão. Quando passado o pincel de blush, pó ou contorno sobre todo o Sweet Treat Bronzer, o resultado é um tom coral com fundo bege. Conforme você vai construindo camadas na pele, os tons vão criando dimensão, deixando várias nuances que transformam levemente a cara pálida em uma bochecha com volume, o rosto ganha profundidade e radiância.

A textura do Sweet Treat Bronzer é sedosa porém mais seca do que gostaria – a cobertura na pele fica fina, muito leve dependendo do quanto você aplicar e do seu tom de pele. O bronzer funciona bem tanto com pincéis de cerdas sintéticas como naturais. Pincéis grandes com corte irregular são perfeitos pra esse tipo de produto multicolorido porque distribuem os tons e acabamentos conforme o contorno do rosto – eu uso o Blush Brush da Real Techniques para aplicar o Sweet Treat Bronzer.

Antes e Depois - Stila Sweet Treat Bronzer

Uma vez na pele, ele funciona como um pó finalizador para quem já tem a pele mais sequinha pois já dá o acabamento pra base – se eu uso um pó antes dele, corro o risco de ficar com a pele com aspecto ressecado e envelhecido. Ainda que o Sweet Treat Bronzer deixe a pele com aspecto levemente bronzeado, contornado e radiante, a sensação é que ele finaliza como um pó matificante – porém com brilho e dimensão. Meninas com a pele mista ou oleosa podem usar sem medo de ficar com o rosto parecendo oleoso ou sujo e, mesmo com o calorão do Rio, ele dura direitinho na pele, esmaece com o pôr-do-sol, combinando muito bem com as nossas calorosas tardes de verão!

Como eu não pego sol de jeito nenhum, eu adorei o efeito do Sweet Treat Bronzer porque realmente fica muito leve e natural. Ele tira a minha cara pálida, dá uma aquecida na pele, não fica laranja nem mancha. É ótimo para o dia e, mesmo quando eu passo só um corretivo, eu aplico o Sweet Treat Bronzer no rosto todo – faz uma enorme diferença – mesmo com os olhos inchados, cara de sono, parece que você acordou cedo pra dar uma corridinha na praia de manhã e aquele efeito bronzeado, corzinha corada, veio desse solzinho saudável, rs!

Infelizmente o Sweet Treat Bronzer sumiu das prateleiras sem previsão de voltar. No site da Sephora você encontra alguns produtos bronzeadores da Stila porém o Sweet Treat Bronzer nunca nem chegou por aqui :-( 

0

Resenha Base Maybelline Dream Wonder Fluid-Touch Foundation

A base Dream Wonder Fluid-Touch Foundation da Maybelline é uma base moderna que remete à modinha das bases fluídas, tipo serum, que secam mate e deixam a pele sequinha. Na descrição oficial, no site da marca (em inglês), a Maybelline diz que a base tem uma textura revolucionária que se funde com a pele, oferecendo um acabamento impecável, cobrindo perfeitamente de forma indetectável. Será?

Na prática a Dream Wonder Fluid-Touch Foundation é uma base líquida que, após esfumada, vira pó, deixando um aspecto opaco no rosto. A textura líquida não é super fina como sugere a Maybelline e só escorre se você deixar o produto concentrado na vertical. A pigmentação é mediana e a cobertura leve, do tipo que disfarça mais do que cobre.

Maybelline Dream Wonder Resenha

A embalagem num geral é bem simples e, ainda assim, diferenciada para uma base “de farmácia”. O pote parece ser de vidro temperado num tom de bege rosado na parte superior. A parte inferior do pote é transparente, por onde você vê a tonalidade da base. Na frente há um adesivo com o nome do produto, cor e quantidade – ao contrário da maioria das bases que vem com 30ml de produto, a Dream Wonder tem apenas 20ml. No verso há informações sobre a proteção solar – a base oferece SPF 20.

Falando em SPF, na frente do vidro, no adesivo, há a indicação de que o filtro solar contém octinoxate – um ingrediente super popular em filtros solares mas que deve ser evitado. O octinoxate é uma substância química absorvida pela pele, que pode levar a reações alérgicas graves. Além disso, o uso do octinoxate é controverso já que pode danificar células quando exposto ao sol. Enfim, o que você precisa saber é que a Dream Wonder oferece proteção UVB ou contra queimaduras do sol, mas é um pesadelo em relação à proteção UVA, ou contra o envelhecimento da pele.

Eu não sabia de nada disso quando comprei a base nem nunca tinha lido sobre esse tal de octinoxate – usei a Dream Wonder sem saber! Depois, aquele nome complicado logo ali na frente da embalagem me intrigou e fui procurar informações online. Foi ótimo porque aprendi bastante sobre proteção solar e vários produtinhos conhecidos nossos contém octinoxate, além de dizerem ser o que não são (papo pra outro post!).  O importante é que não tive reações alérgicas mas nunca uso base nenhuma diretamente sobre a pele – uso meu filtro físico regular no dia-a-dia, além dos produtinhos rotineiros como hidratante por exemplo.

Swatch Maybelline Dream Wonder Classic Ivory 20

Girando a tampa da Dream Wonder, um cabo com um conta-gotas estiloso, surge. A Maybelline diz que a ponta é um conta-gotas mas você não tem controle algum sobre ele – nem acho que seja de fato um conta-gotas! – o que eu acho que acontece é que a base escorre pela ponta dando a impressão que a marca quer! A Maybelline sugere que você aplique algumas gotas no dorso da mão e aplique com os dedos e realmente o acabamento fica mais bonito quando aplicada assim. Eu, normalmente na pressa, levo o aplicador direto na face e esfumo o produto com um pincel tipo kabuki e funciona!

A cor que comprei é a número 20, Classic Ivory e eu diria que é um tom entre o NC15 e o NC20 da MAC. Pelo o que eu vi através das embalagens, os tons são bem neutros, não são amarelados e, apesar do 20 inicialmente ficar um pouco mais claro que o meu tom de pele, a Dream Wonder Fluid-Touch Foundation oxida pelo menos um tom depois de aplicada. De dia é uma boa base mas pra noite, principalmente para ambientes fechados, festas e eventos em que você vai tirar fotos com flash, a Dream Wonder deve ser evitada pois dá aquele efeito “fantasminha” básico.

Aplicando Base Maybelline Dream Wonder

A proposta da Dream Wonder é deixar um acabamento semi-mate, natural na pele porém, em mim, a base deixa um aspecto mate aveludado muito seco. Você sente a base quase se transformando num pó enquanto esfuma e é preciso que a pele esteja bem hidratada para que não haja falhas de textura. Meninas com pele com cicatrizes de acne por exemplo, esqueçam! Peles maduras com rugas profundas e melasmas também devem evitar a Dream Wonder.

No momento em seguida a aplicação a pele fica muito sedosa ao toque, similar a que primers siliconados deixam na pele. A cobertura é de leve a média dependendo muito da quantidade de produto que você aplicar. A Dream Wonder fica translúcida – dá pra ver a pele através dela! – e ainda assim uniforme. Se a pele estiver irritada ou com muita vermelhidão, ela não cobre totalmente mas disfarça bastante – dependendo do seu tipo de pele, você pode até construir camadas com a base mas ela nunca vai dar uma cobertura total - eu não curto pois minha pele é seca e uma base com acabamento seco sobre a pele seca, nunca funciona bem!  A base é boa pra quem tem poucas imperfeições, pouco a cobrir e quer disfarçar poros e linhas finas pois ela de fato disfarça como um bom primer.

Antes e Depois Maybelline Dream Wonder Foundation

O que eu mais curti na Dream Wonder Fluid-Touch Foundation é a sensação de nada que ela deixa na pele. Também gostei do fato dela ser sequinha sem precisar “beber” a hidratação da pele – não resseca. Outro ponto que curti muito, é que todos os produtos que você aplica depois da Dream Wonder, ficam bonitos. Como se a base criasse uma superfície perfeita pra todos os produtos que vem em seguida como corretivo, blush, iluminador… aliás, eu abuso dos iluminadores líquidos sobre a Dream Wonder pra quebrar essa opacidade que ela deixa na pele e fica lindo!

Num geral, a Dream Wonder Fluid-Touch Foundation é uma base mediana com bom custo x benefício, ideal para quem tem pele normal na minha opinião. Quem tem pele oleosa pode não curtir o fato de ela não “beber” o óleo assim como ela não tira a hidratação natural da pele – mas nada que um pó não resolva a meu ver. Quem tem a pele sequinha como eu, pode não curtir também – confesso que quando comprei no alto inverno nos EUA, odiei! Minha pele estava sofrendo e a Dream Wonder estampava todo meu ressecamento! Já no calorão do Rio, com a pele mais normal, estou curtindo usar. Uso mais durante o dia, sem pó, finalizando com um bronzer apenas. A duração não é extraordinária, de 4 a 5 horas – ela esmaece de leve sumindo bem naturalmente na pele – sem criar buracos ou falhas feias na maquiagem.

A Dream Wonder Fluid-Touch Foundation está disponível em 12 tonalidades e custa cerca de U$ 9 nos EUA onde vende Maybelline.